Vale a pena reconhecer a Cidadania Italiana em 2020?

Cidadania italiana com assessoria de advogado

Em tempo de coronavírus e euro alto, descendentes podem optar pela via judicial

Em tempo de coronavírus e euro alto, descendentes podem optar pela via judicial

Será possível dar andamento no processo de cidadania Italiana ainda em 2020? A resposta é sim.

Apesar do momento de incerteza vivido na Itália, por conta da pandemia do coronavírus, é possível manter o sonho da cidadania italiana.

A pergunta que deve ser feita é: vale a pena ir para Itália e fazer meu processo administrativo, comprovando ser residente na Itália?

Por causa das medidas de proteção contra o vírus, muitas comunas (comuni, no plural, em italiano) estarão totalmente abarrotadas, com serviços atrasados. E com certeza, os processos de cidadania não serão prioridade.

Neste caso, a melhor opção é escolher a via judicial.

O requerente pode entrar com uma ação no Tribunal Civil de Roma, utilizando o argumento do descumprimento da lei pelos consulados italianos no Brasil. Para isso é preciso estar na fila do consulado. É a chamada “ação contra as filas”.

O processo que já era o mais seguro – por não precisar declarar residência provisória, como ocorre nos processos administrativos em solo italiano –  passou a ser ainda mais buscado.

Em tempo de euro caro e risco de contaminação, o interessado não precisa viajar para a Itália em nenhum momento.

Basta uma procuração pública, específica para o processo, e os documentos para ingressar com a ação judicial, o advogado (registrado na Itália) fará todo o procedimento em nome do requerente, que pode acompanhar a tramitação do processo de forma online.

Uma forma de garantir o direito à cidadania, com segurança e menor custo.

Faça agora mesmo um orçamento com a nossa equipe.

LEIA TAMBÉM: Cidadania italiana através da via judicial é mais segura e mais econômica

Os comentários estão encerrados.